Buscar

Como analisar os dados para tomar uma decisão?


Reprodução: Kaleidico/Unsplash

Fazer uma análise efetiva de dados e tomar decisões baseadas neles sem ter uma cultura Data Driven implementada é impossível. Para executar uma boa análise é imprescindível, por exemplo, ter ferramentas que recolham os dados da empresa, além de profissionais capacitados para operar e interpretar as informações coletadas.


Por isso, aplicar os dados a favor de uma organização em seu cotidiano não é fácil. A tarefa exige implementar uma cultura de cima para baixo — ou seja, é necessário que os líderes deem o exemplo primeiro — para que realmente se crie uma familiaridade em tomar decisões com base em dados. Dessa forma, aos poucos, é possível construir uma cultura Data Driven.


Reprodução: Campaign Creators/Unsplash

O que é cultura Data Driven?

Essa cultura consiste em aproveitar ao máximo os dados para maximizar o rendimento da empresa. Isso significa ter processos bem definidos que garantam o bom uso das ferramentas e de capacidades individuais, além de utilizar métodos consistentes para escolher as métricas necessárias.


É importante, entretanto, que a organização não se torne uma falsa Data Driven — que recolhe os dados, mas não os utiliza corretamente. Os funcionários de empresas que se “disfarçam” de Data Driven costumam recorrer aos dados após tomar decisões, seguindo o caminho contrário ao que deveria acontecer.


Os dados subutilizados são chamados de “Dark Data”; eles são coletados, processados e armazenados pelos procedimentos padrões das organizações, mas acabam não sendo empregados nos processos de análise prévia para decisões. Dados sem análise são apenas números e textos sem nenhum fundamento.


Reprodução: Austin Diestel/Unsplash

Como analisar os dados?

Antes de reunir as métricas para análise, é necessário definir objetivos. Para que você precisa dos dados? E quais informações são imprescindíveis para isso? Faça as perguntas certas e trace metas que serão efetivas para seu negócio, e não somente para tê-las.


Além disso, métricas eficientes devem oferecer a possibilidade de comparar diferentes períodos, grupos e usuários e também devem ser compreensíveis — ou seja, é necessário poder visualizar para que aqueles dados estão sendo utilizados. Após os objetivos definidos, é importante estabelecer as prioridades nas métricas escolhidas, definindo quais serão mais eficientes em responder as perguntas iniciais.


Por fim, a coleta de dados, a análise e a interpretação exigirão profissionais qualificados para isso; o tipo de análise vai depender do objetivo principal: deseja-se fazer uma previsão para o seu negócio? Ou entender o que já aconteceu?


Se você não sabe a resposta para essas perguntas e deseja entender melhor sobre como analisar os dados para tomar uma decisão, a DDO preparou um e-book GRATUITO perfeito para você.